é a penúltima linha da minha morada, enquanto aprendo matemática no MIT.

quarta-feira, janeiro 03, 2007

luz

Passei a tarde de ontem a deambular por Lisboa com uma amiga. Disse-me ela que esta luz de Lisboa, aquela amarela amarela, mas qualquer coisa de quase cor-de-rosa, que só há em alguns dias, e em menos sítios ainda, é tão rara, que os senhores que fazem as máquinas fotográficas não põem pré-definições para a conseguirmos fotografar decentemente, temos nós que fazer os ajustes manualmente, white balance e mais não sei quê, se queremos capturar aquela cor de modo realista.
Ó senhores que fazem máquinas fotográficas, eu trocava ali a pré-definição do underwater da minha máquina por um lisboa-only num instante, até porque não tenciono levar a máquina para debaixo de água, coitadinha, molhava-se e ela não gosta disso. O ícone podia ser, em vez dos peixinhos, uma torre de belém, ou assim. Isso arranja-se?

3 comentários:

Osiriums Ventaka disse...

Bem, a mim parece-me que só com uma reflex é que lá se ia.
De qualquer das formas, podias sempre editar a cor dela no photoshop e aproximá-la mais da luz lisboeta :)

No meu caso, eu normalmente nunca uso o WB no sentido de a tornar real - para isso, vejo só pelo viewfinder e nem preciso de a registar :P

Bom ano novo, menina Rita :D

Dulce disse...

lol

Se pedires com jeitinho pode ser que te façam a vontade... :)

Nelson disse...

é uma chatice isso das pré-definições do white balance. Então em dias nublados ou fins de tarde, é terrível. olha, sujeitas-te ao "custom" e calibras com uma parede branca (que infelizmente será difícil de encontrar em Lisboa). Praticamente todas as máquinas digitais tipo reflex (as chamadas SLR) têm o modo custom no white balance.

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos and videos from ana_rita. Make your own badge here.