é a penúltima linha da minha morada, enquanto aprendo matemática no MIT.

segunda-feira, abril 30, 2007

agora a sério sobre as costelas partidas da minha mãe

(porque eu sei que os leitores são todos boa gente, e vão ficar preocupadíssimos por causa do post anterior)
A minha mãe caiu na banheira no princípio da semana, o que deu direito a uma manhã turística no hospital, para concluir que eram duas costelas partidas. E quando se partem as costelas, não há nada a fazer. Dói, muito. Mas passa sem se fazer mais nada. Mas enquanto não passa, dói. Muito. Portanto puseram a minha mãe a tomar comprimidos para as dores. Opiáceos. Pimba. Dois, de 4 em 4 horas, com recomendações para diminuir a dose quando conseguisse, que foi uns dias depois, quando as dores se tornaram preferíveis às náuseas causadas pelos comprimidos. Tirando isso, tudo fino. Fartaram-se de andar, estes dias todos. Andaram, andaram, andaram. Duas costelas partidas não afectam as pernas nem a vontade de passear. Se a palavra "estoicidade" não fosse tão feia, eu usava-a aqui. Assim, fica a intenção.

4 comentários:

Cristina disse...

Olá,
Gosto muito de vir aqui ler as tuas aventuras sobre o MIT, Boston, etc...
Eu vivo em Dartmouth :). No domingo fui a Boston, e pelo Charles River, vi o teu MIT, sei bem aonde fica, já lá tive uns colegas a estudar em tempos
:)
Nunca comentei, mas venho aqui muitas vezes ler :)...
Com que então os teus pais gostaram do nosso Boston, que bom
:)
beijinhu

ana disse...

e por acaso fiquei. pensei logo que tinha caído à saída do avião mas logo a seguir achei que era tudo rapido demais. enfim. =)

Witchie disse...

espero que a tua mãe melhore depressa. continuo sempre a passar por aqui para te ler. *

knit_tgz disse...

Abraço de melhoras à tua mãe!

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos and videos from ana_rita. Make your own badge here.